1. Como é do conhecimento público, o PCP foi e é frontalmente contra o processo de extinção de Freguesias promovido pelo governo PSD/CDS a pretexto do memorando de entendimento com a troika e da redução da despesa do Estado a extinção/agregação das freguesias - à semelhança do que sucedeu com outros serviços públicos - inseriu-se num processo mais amplo de reconfiguração do Estado, redução do número de trabalhadores, concentração e centralização de serviços. Tal medida significou maior afastamento entre eleitos e eleitores, maiores dificuldades na resposta aos problemas e anseios das populações, desvirtuamento do papel e função das freguesias na organização do poder local, entre outras perdas.
 
2. No Concelho da Figueira da Foz, este processo teve como resultado o desaparecimento de facto, das Freguesias de S.Julião, da Borda do Campo, de Santana e de Brenha. Este resultado é da total responsabilidade das estruturas locais e nacionais do PSD/CDS e que, na Assembleia Municipal da Figueira da Foz, contaram com o apoio do movimento Figueira 100%.
 
3. A Comissão Concelhia da Figueira da Foz entende que cabe em primeiro lugar às populações e às respectivas autarquias, desenvolver todas as acções de pressão possíveis tendentes a devolver as suas Freguesias de acordo com os limites anteriores.
 
4. Estranha o PCP a letárgica passividade da Autarquia de Vila Verde espoliada, na altura, em cerca de metade do seu território e que nada fez entretanto, apesar de contar desde a primeira hora com o apoio do PCP para iniciar as diligências legais necessárias á devolução do seu território.
 
5. O PCP reafirma, uma vez mais, o total apoio e solidariedade às populações que estiveram contra a extinção das suas Freguesias e irá desenvolver as iniciativas que julgue necessárias ao nível local e nacional, nomeadamente na Assembleia da República.
 
 
Figueira da Foz, 19 de Abril de 2016
 
 
A Comissão Concelhia da Figueira da Foz do
Partido Comunista Português

PCP Figueira da Foz

«A alegria de viver e lutar vem-nos da profunda convicção de que é justa, empolgante e invencível a causa por que lutamos» Álvaro Cunhal, O Partido com Paredes de Vidro (1985)

PCP Figueira no Facebook